Os cães suam através das patas e do focinho.

 

Os cães são mais suscetíveis a atacar um estranho correndo, do que um que esteja parado.

 

A maior ninhada ocorreu em 1944, quando uma American Foxhound teve 24 filhotes.

 

O cão que mais viveu no mundo foi um Australian Cattle Dog, registrado na Austrália com nome de Bluey, que viveu até 29 anos e 5 meses.

 

Dar chocolates aos cães pode ser fatal para eles.

 

Um ingrediente do chocolate, a teobromina, estimula o sistema nervoso central e o músculo cardíaco. Cerca de 1 kg de chocolate de leite, ou apenas 146g de chocolate de culinária serviam para matar um cão de 22 kg.

 

O olfato dos cães é dos melhores da natureza.

 

Se as membranas situadas no nariz dos cães fossem estendidas, elas seriam maiores do que o próprio cão.

 

Se um cão tiver a cauda erguida, é um sinal de dominância. Significa que é o líder da matilha.

 

Os cães têm cerca de 100 expressões faciais, a maior parte delas é feita com as orelhas.

 

Os cães veem a cores, mas não tão nitidamente como os humanos.

 

Quando os cães têm dores de estômago, comem relva para vomitar.

 

Dois cães sobreviveram ao naufrágio do Titanic. Escaparam nos primeiros botes salva-vidas, que levavam tão pouca gente que ninguém se importou que eles estivessem lá.

 

Os americanos gastam mais dinheiro em comida de cão do que em comida de bebê.

 

Cinofobia - medo dos cães e da raiva.

 

Houve um cão que era tão leal ao dono que, quando este morreu, ele nunca saiu de perto da cama.

 

Apenas saía para ir buscar comida e voltava para comer ao pé do dono, como era costume. O cão passou o resto dos seus dias ali. Quando morreu foi enterrado ao lado do dono.

 

O cão de guarda húngaro Kuvasz não é geneticamente um cão branco. O Kuvasz é um cão preto com pelo branco.

 

Geralmente, a boca de um cão tem menos bactérias e germes do que a boca de um humano.

 

Há mais de 52.6 milhões de cachorros nos Estados Unidos.

 

A imagem de salvador de viajantes sustentada pelos cães São Bernardo surgiu na Suíça, em meados do século XVIII. Foi em Valais, na Pousada do Grande São Bernardo, que os monges começaram a treinar os cães, inicialmente como auxiliares em trabalhos domésticos. O tempo foi passando e os cães foram também ensinados a guiar os viajantes que passavam pelas redondezas, além de irem buscar vítimas de avalanches que pudessem estar soterradas vivas na fria região da pousada, o desfiladeiro do Grande São Bernardo. Apesar de serem realmente cães de salvamento, nunca levaram amarrado ao pescoço o barrilzinho com álcool frequentemente visto em ilustrações e desenhos animados. O mais conhecido desses cães chamava-se Barry, dono da fama de ter salvo mais de 40 pessoas em toda a sua vida. Ele ainda pode ser visto, empalhado, no Museu de História Natural de Berna.

 

Os cães machos urinam com muito mais frequência do que as cadelas. Isso porque a urina também age, em parte, como marcador de seu território.

 

Na hora da refeição, o cão é mais receptível a ensinamentos. Um filhote aprende mais rápido seu nome quando você o chama para se alimentar.

 

A menor raça de cão é o Chihuahua, cujo peso reconhecido se encontra entre 900 g até 2,75 kg. A segunda menor raça é o Yorkshire Terrier que, oficialmente, não deve pesar mais do que 3,20 kg.

 

O menor cão do mundo: esta categoria é dividida em duas subcategorias, altura e comprimento. Em altura, o menor é Whitney, uma Yorkshire que mede apenas 7,6cm (medida na cernelha - no ombro); e em comprimento, o menor é Danka, um Chihuahua que mede apenas 18,8cm de comprimento do focinho à ponta da cauda.

 

As raças mais altas de cães são o Grand Danois, o Wolfhound Irlandês, o São Bernardo, o Mastim Inglês, o Borzoi e o Karabash da Anatólia (cão pastor turco). Todas essas raças podem chegar a 90 cm de altura.

 

O Museu da História Natural, na Cidade do México, possui um esqueleto de um Chihuahua que mede apenas 18 cm. Apesar de não estar citado o peso deste cão, apresentado em 1910, calcula-se que não poderia ter pesado mais de meio quilo.

 

Os cães da raça grandes têm um aparelho digestivo muito sensível. O menor estresse pode causar amolecimento das fezes ou diarréias.

 

O aparelho digestivo de um cão de raça pequena representa 7% de seu peso total, contra somente 2,7% para um cão de raça grande.

 

O cão somente torna-se maduro ao atingir um ano e meio de vida, ou às vezes até mais.

 

A fabricante de brinquedos Takara criou um computador de mão que traduz o latido em bom japonês. O aparelho é equipado com um programa que interpreta o humor do animal de acordo com o tom dos ruídos. O cão usa uma coleira com um gravador. O som é transmitido para o tradutor que interpreta na tela de cristal líquido como alegria, frustração, tédio etc.

 

Na astrologia, existem quarenta “dias de cão” - entre 3 de julho e 11 de agosto - quando Sírio, a Estrela do cão, levanta e deita-se com o Sol.

 

Quando adulto, um cão de raça pequena atinge 20 vezes o seu peso de nascimento, enquanto o cão de raça grande ou gigante poderá atingir 100 vezes.

 

Quanto à audição, eles conseguem ouvir um som a uma distância quatro vezes maior do que somos capazes. Com a ajuda de suas orelhas direcionáveis, eles conseguem captar com precisão a direção da origem do som em apenas seis centésimos de segundo.

 

O riso não é apenas uma característica inata ao próprio homem. Um estudo publicado recentemente na revista Science sugere que o riso é também utilizado pelos cães.

 

O sistema de olfato dos cães é muito melhor que o nosso. É uma espécie de fonte de informação para eles.  Os cães possuem cerca de 200 milhões de receptores para odores, enquanto os humanos possuem apenas 5 milhões.

 

O cordão umbilical de um cãozinho recém-nascido cai por volta do 3º dia de vida.

 

A cor da íris em todo recém-nascido é cinza azulada, mudando para a coloração adulta por volta do 2º mês.

 

A frequência dos batimentos cardíacos em um recém-nascido é superior a 200 batimentos por minuto enquanto que a frequência respiratória gira em torno de 15 a 35 movimentos por minuto.

 

A temperatura corpórea de um recém-nascido é de aproximadamente 35,5ºC, chegando na temperatura normal de um cão adulto no primeiro mês de vida (37,5~38ºC).

 

Um cãozinho possui 28 dentes de leite e um cão adulto 42 dentes permanentes, sendo a erupção um pouco mais precoce em fêmeas, de raças de porte grande e nascidas no verão.

 

Quando um filhote ingere satisfatoriamente o colostro nas primeiras 24 horas de vida, seu nível de anticorpos circulantes no sangue é muito próximo ao da mãe.

 

Um cãozinho de 3 dias ingere aproximadamente 20% de seu peso corpóreo em leite materno por dia, enquanto que um filhote de 3 semanas ingere em torno de 40%.

 

O leite de cadela possui mais proteínas, gorduras e calorias que o leite de vaca. Em contrapartida, o leite de vaca possui mais carboidratos e é isso que provoca diarréia em cãezinhos alimentados com esse leite, e não a gordura, como pensa a maioria das pessoas.

 

Um cãozinho bebe diariamente cerca de 50ml de água por kilo de peso, sendo que a água corresponde por aproximadamente 80% do peso corpóreo em um recémnascido, e cerca de 65% em um cão adulto.

 

Um filhote pode perder quase toda sua gordura corpórea, metade de sua musculatura e ainda assim sobreviver, desde que esteja bem hidratado. Mas em casos de desidratação severa (acima de 10% de seu peso corpóreo), o risco de morte é altíssimo, mesmo que o filhote esteja em seu peso normal.

 

O corte de cauda (caudectomia) e a excisão dos primeiros dígitos, quando necessários, devem ser realizados antes que o cãozinho complete uma semana de idade.

 

A idade ideal para se realizar o corte de orelhas (conchotomia) em um filhote gira em torno do 4º mês de vida, variando de acordo com o porte e a raça.

 

Fontes: mistersaudeanimal.com.br e

www.center.vet.br

Cocari Cooperativa Agropecuária e Industrial © 2014